50 coisas bacanas em restaurantes e bares de São Paulo–Parte 3/5

Postado em

Quem já vem acompanhando as duas primeiras matérias sobre coisas bem interessantes encontradas nos restaurantes e bares de São Paulo podem se deliciar com esta terceira parte bem interessante.

21. Direto na taça

13012014

Esqueça o garçom. De taça em punho, você mesmo pode se servir de vinho no restaurante Vinoteca & Sushi Empório Santa Maria, no Itaim. Escolha seu preferido entre as garrafas armazenadas em máquinas climatizadoras que mantêm inalterados brancos e tintos.

 

22. Bye Bye Brasil

13012014a

Nascido em Taiwan, o já falecido artista Ling Hu Cheng pintava cartazes dos grandes cinemas do Centro. Seu último trabalho foi este painel do filme “Bye Bye Brasil” (1979), de Cacá Diegues, feito especialmente para o bar Exquisito!, no Baixo Augusta. A obra tem 7 metros de comprimento.

 

23. Meio século tirando chope

13012014b

A mais antiga chopeira em funcionamento na cidade está no bar Dois Irmãos, no Campo Belo. Em março, a máquina da Brahma completa 53 anos de serviços prestados aos bons de copo. Com uma única torneira, ela trabalha ao lado de duas réplicas, fabricadas sob encomenda.

 

24. Um árbitro entre as mesas

13012014c

Sócio e responsável pelo atendimento do restaurante Nou, em Pinheiros, Paulo Sousa arrepia nos gramados. Não, ele não bate um bolão, mas atua como árbitro da Federação Paulista de Futebol desde 2003. Já apitou pelo menos uma dúzia de partidas da primeira divisão de São Paulo.

 

25. Meu limão, meu limoeiro

13012014d

Ao encontrarem o ponto do restaurante Limonn, no Itaim, os irmãos Christian e Carlos Burjakian preservaram apenas um pé de limão que havia no antigo imóvel. A árvore trintona fica na sala de espera ao ar livre, ocupada por fumantes e suas baforadas.

 

26. Luz negra

13012014e

Depois de banir as faixas arroxeadas criadas por Ruy Ohtake para estampar as paredes do D.O.M., Alex Atala estreou novo décor no restaurante do Jardim Paulista em abril de 2010. A atração é um lustre de cristal Baccarat assinado pelo arquiteto e designer francês Philippe Starck.

 

27. Lava-rápido de motos em pleno salão

13012014f

Este é o chamariz do Bar do Santa, na Vila Madalena, para atrair fãs de Harley-Davidson e outras ruidosas possantes. No meio do salão, há dois boxes de vidro, onde as belezinhas motorizadas levam um trato. A lavagem demora de trinta a quarenta minutos e custa 35 reais.

 

28. Da mesa ao teto

13012014g

Confeccionados em algodão cru, os guardanapos da nova cantina La Grassa, em Moema, foram parar no forro da casa. Cerca de 1.500 deles estão pendurados numa treliça metálica. É impossível não notá-los.

 

29. Piano na parede

13012014h

Reaberta em agosto depois de uma longa reforma, a cantina Famiglia Mancini, no centro, ganhou novo visual. Entre os elementos incluídos na babélica decoração, está um piano de cauda fixado numa das paredes.

 

30. Balcão de 1.060 isqueiros

13012014i

Além de um invejável acervo de uísques, o São Pedro São Paulo, no Itaim, possui uma coleção de 1.060 isqueiros, expostos em um balcão com tampo envidraçado. Dos mais variados formatos, datam de 1920 a 1960 e funcionam com fluido de gasolina.

Fonte: http://vejasp.abril.com.br

banner_manual_conduta

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s