controle

Como controlar as vendas de cartão de crédito em seu restaurante

Postado em

A gestão de um restaurante é uma das atividades que mais exigem da versatilidade do administrador, afinal a sua atenção deve estar voltada diariamente para o controle do estoque, a liderança da equipe e a gestão financeira do empreendimento. Após uma longa jornada de operação no restaurante, mesmo após o apagar das chamas dos fogões, o administrador é uma das peças que ainda permanece no estabelecimento para fechar o caixa, conferir os lançamentos e por muitas vezes se debruçar em meio a tantos papéis em busca das diferenças de caixa.

Um dos grandes segredos dos restaurantes de sucesso está no controle, por este motivo a conferência do caixa deve ser diária para que as diferenças sejam encontradas, corrigidas e se possível evitadas. Entretanto o grande volume de transações diárias pode colaborar para que erros e informações se percam durante o processo, dentre eles a conferência dos lançamentos de cartões de crédito e vouchers. Sem sombra de dúvidas a principal modalidade de pagamento utilizado no mercado é o cartão, pois além de facilitar, oferece segurança para o cliente final, entretanto para o administrador nem sempre é simples identificar se as vendas realizadas via cartão foram devidamente registradas, além disso o grande volume de papeis não colabora em nada no momento de conferir os lançamentos.

A GR foi em busca de soluções que poderiam facilitar a vida do administrador neste processo de conferência e descobrimos que há soluções que podem trazer bastante praticidade para o dia-a-dia do seu negócio. Uma novidade encontrada no mercado foi o aplicativo Tiquei, uma solução que agrega todas as informações das operadoras de cartão em um único local. Em entrevista ao nosso portal, o gerente de Negócios Digitais da Accesstage, empresa desenvolvedora do Tiquei, nos explica melhor sobre o funcionamento do aplicativo.

tiqueiGR: o que é o Tiquei?

Gleison: “.. O Tiquei é um aplicativo que consolida todas as informações de vendas e recebimentos por cartão de crédito, débito e vouchers em um único local. O app utiliza como fonte de dados, as informações geradas pelas próprias operadoras com as quais cada cliente trabalha.”

GR: Como surgiu a ideia de desenvolver um aplicativo como o Tiquei?

Gleison: ”Essa ideia foi de nosso CEO, que queria aproveitar o Know How da empresa em conciliação de vendas por cartão e levar essa tecnologia para o pequeno varejo de forma simples.

GR: De que forma esta consolidação de informações é importante para o cliente que utiliza o Tiquei?

Gleison: “Além de auxiliar o comerciante na gestão financeira de seu estabelecimento, nossos clientes registraram um ganho de tempo de aproximadamente 40% nas tarefas de controle das vendas realizadas com cartões de débito, crédito ou vouchers e na previsão de recebimento. O app tem uma utilização muito intuitiva, as informações são disponibilizadas com poucos cliques e na palma da mão. Pelo próprio smartphone o cliente confere as vendas realizadas por todas as bandeiras de cartões de crédito e débito sem precisar somar os tickets do caixa ou acessar o site de cada uma das operadoras para conferir os extratos de lançamento. No final do dia basta comparar a relação de vendas do caixa com os dados informados no app do Tiquei. É fantástico!!”

Os gestores contemporâneos possuem uma rotina com foco na produtividade e na gestão eficiente do seu negócio. O surgimento de soluções inovadoras, como o Tiquei, que utilizam dados na nuvem e disponibilizam para o cliente informações rápidas e objetivas tem colaborado bastante para a evolução no modelo de gestão de negócios gastronômicos, como restaurante e bares.

Colaborador:

ACCESSTAGE ( Tiquei )
Site: www.tiquei.com.br
Tel: (11) 97551.8030

 

Anúncios

5 motivos que demonstram porque é necessário medir os resultados do seu restaurante

Postado em Atualizado em

Depois de mais um ano de muito trabalho dedicado ao seu restaurante, você se senta numa das mesas no final do expediente, como companhia apenas o silêncio dos talheres. E qual o pensamento que vem à sua cabeça quando você pensa no ano que passou?

06012015

“Este ano foi de muito trabalho, mas deu pra pagar as contas” ou “Nossa, o ano passou tão rápido, tanta coisa que queria fazer no restaurante e não fiz” ou ainda “Será que este ano ainda sobrevivo neste negócio? O movimento precisa melhorar.”

Os raciocínios acima normalmente são de pessoas que de alguma forma falharam ou vem falhando constantemente na condução de seus restaurantes. Muitos se sentem como num carro de fórmula 1, pronto para a largada sem saber qual do inúmeros botões apertar.

O motivo pelo qual você não consegue dar a partida no carro de formula 1 é o mesmo pelo qual você não consegue alavancar o crescimento do seu estabelecimento, falta de planejamento, controle e treinamento. Estes são fatores fundamentais para a condução de qualquer negócio.

Veja a seguir porque a utilização de informações para gerenciar o seu restaurante é crucial para o seu desenvolvimento e sucesso.

1. Se você deseja melhorar o desempenho do seu negócio, o primeiro passo é a medição. É através da medição que você conseguirá avaliar como está sendo o desempenho do empreendimento. Se você consegue responder à pelo menos 50% das perguntas abaixo, saiba que está no caminho certo, mas precisar manter-se sempre atento buscando uma melhoria constante. Mas se você não sabe responder ao menos 50% destas perguntas, o sinal de alerta está piscando. É necessário uma mudança de postura imediata antes que seu negócio não dure até o próximo ano.

– Você projetou metas de vendas mensalmente para seu restaurante no ano passado?
– Você sabe dizer qual foi o percentual de crescimento do seu restaurante?
– Você consegue identificar qual foi o custo operacional do seu negócio e qual o percentual em relação ao ano anterior?
– Consegue ainda identificar gastos de forma estratificada, ou seja, quando gastei no ano com insumos, impostos, recursos humanos, etc?

2. Conhecer o preço de custo do seu produto é fundamental para identificar perdas, margens de lucro incoerentes, desperdícios e até mesmo roubos. Muitos empresários sabem dizer qual o preço de custo do refrigerante ou da cerveja, mas não sabem dizer qual o preço de custo do prato que vendem, ou até mesmo qual a participação do custo de toda a matéria-prima em relação ao seu faturamento.

3. Números positivos indicam também o bom desempenho da equipe de colaboradores. Colaboradores bem treinados e afinados com a política da empresa, tendem a colaborar muito para evitar desperdícios, tem ótimo padrão de produtividade e como reconhecimento pelo bom trabalho também recebem recompensas extras pela participação no bom desempenho. Certa vez identificamos um enorme gasto na compra de copos no restaurante que prestávamos assessoria. Buscando respostas identificamos que eram quebrados cerca de 2 a 3 copos diariamente pelos funcionários da lavação. Com intervenções no método de lavação dos copos reduzimos a quebra para 1 copo a cada 3 dias. Uma economia de quase 60 copos ao mês, totalizando 720 copos ao ano. Em dados monetários o cliente economizou aproximadamente R$ 2500,00 ao ano.

A identificação do gasto excessivo com a compra de copos se deu única e exclusivamente porque havia controle de custos bem documentado no restaurante. Considerando a infinidade de atividades realizadas com matérias-prima  e equipamentos   dentro de um restaurante diariamente é possível identificar perdas constantes.

4. A Medição leva a decisões mais inteligentes. Com números, as decisões podem ser mais baseadas em fatos concretos, deixando de lado tomadas de decisão levadas por fatores emocionais como stress ou empolgação. Se você pretende fazer um investimento em uma reforma ou na compra de novos equipamentos seu próprios números lhe dirão qual a sua capacidade financeira para adquirí-los, inclusive se você possui potencial para comprá-los à vista ou através de financiamentos.

5. Medição leva a uma melhor compreensão de seu negócio. Um gestor que não conhece bem os seus números não conhece bem o seu negócio, não sabe onde pretende chegar.

Fonte: GR – www.gestaoderestaurantes.com.br

banner_analise_financeiro

Estoque – Um setor muito mais importante do que se pode imaginar

Postado em Atualizado em

image A visão de que o estoque de um restaurante é um local onde se armazena a matéria-prima para produção de alimentos já é obsoleta. Por muitas vezes boa parte do lucro de um restaurante pode estar se esvaindo pelo estoque sem que se tenha noção disto. Por isto é necessário que sejam tomadas medidas importantes para que o lucro não escorra entre os dedos através do estoque.

Acesso – Quem tem acesso ao seu estoque? Se a resposta for “qualquer funcionário” a luz vermelha já deve estar acesa. O estoque deve ser acessado pelo mínimo de pessoas possível. Caso seu estabelecimento seja pequeno e não possua um almoxarife, você deve selecionar uma ou duas pessoas no máximo para ficarem responsáveis pelo estoque.  Com muitas pessoas tendo acesso ao estoque o número de extravios de mercadoria, danificação e material e mal acondicionamento aumentam bastante, causando perdas irreparáveis.

Qualificação – É importante também que a pessoa responsável pelo estoque receba treinamento. Sabe avaliar bem as mercadorias, realizar o PEP’s (Primeiro que entra é o primeiro que sai), conferir as características sensoriais como cor, sabor, odor.

Controle – E finalmente outra ação importante dentro de um estoque para não dizer primordial é o controle. Tudo que entra e tudo que sai deve ser anotado. Frequentemente deve-se fazer uma checagem entre a venda e o estoque atual para avaliar se não está havendo extravios ou desperdícios. Caso seu estoque seja muito grande ou você sinta dificuldade em controlar todos os itens que o compõem, fixe seu controle  aos itens de maior valor como carnes, laticínios e bebidas.

Adotando estas medidas você terá seu estabelecimento nas mãos, com maior controle e consequentemente melhor margem de lucro.

Fonte: Gestão de Restaurantes

banner_adm_restaurantes